Sesc Caixeiral lança segunda edição do Jornal Correio Literário

O Sesc Caixeiral realiza na próxima sexta-feira (15), às 18h, o lançamento da segunda edição do Jornal Correio Literário. A entrada é gratuita e a classificação é livre. Durante a solenidade de lançamento o Jornal será distribuído gratuitamente. Acontecerão também performances de textos de escritores parnaibanos, show musical e um café bem quentinho para tornar […]

Leia Mais

Crossfit, por Rosal.

Crossfit.   Era noite de prece. Padre Cícero regava os corações no embalo. Cinco garrafas esvaziadas em um desatino de Alceu Valença e Zé Ramalho. – Olha que velho safado! Fí de rapariga! Daltro Paiva entoava como em oração a Alceu. – Sabia que ele é da família? Os Paiva lá de Pernambuco(…). Ignorava respostas. […]

Leia Mais

Clube de Leitura do Sesc Caixeiral – O Elogio da Loucura, por Daltro Paiva

Ocorreu no sábado 28, ainda em outubro, mais uma edição do Clube de Leituras, na pracinha do amor em Parnaíba-PI, promovido pelo Sesc unidade Caixeiral. Neste evento, o debate literário foi a respeito do livro Elogio da loucura de Erasmo de Rotterdam, mediado por mim, Daltro Paiva, Poeta e Psicólogo. Expus a obra falando sobre […]

Leia Mais

Academia Parnaibana de Letras promove palestra sobre Everaldo Moreira Véras

Com o tema “O Canto Anterior de Everaldo Moreira Véras”, será realizada palestra no Sesc Caixeiral dia 16, quinta-feira às 18h pelo poeta Diego Mendes Sousa com entrada franca. Este evento é uma realização da Academia Parnaibana de Letras. Segundo o presidente José Luiz de Carvalho este é um momento muito importante para a literatura piauiense e […]

Leia Mais

SÍNTESE (?), por Daltro Paiva.

SÍNTESE (?)   idealista estóico humanista com traços barrocos é preciso acrescentar epicurismo carpe diem há que se ter um tanto de prazer nesta vida prazer e pão água e vinho prazer, amizade e amor que a existência proporciona pão, alimento material e espiritual vinho, prazer e sangue saúde e comunhão água, vida batismo e […]

Leia Mais

Cabimento, por Rosal.

“por isso o lance do poema: por guardar-se o que se quer guardar.” A. Cicero. Cabimento. guardo um poema de Antonio Cicero quando tu serenizada quando és minha amada e és inteiramente quando entreabertas tuas coxas e boca ouço o recital sentido do que guardo no que guardam teu quarto e tua cidade alada recitam […]

Leia Mais