Velas & Flores – Marcello Silva.

 

 

Entre túmulos mataram a saudade

No epitáfio das paixões avassaladoras,

Antes que morra o amor-menino, prematuro,

Assassinaram a nostalgia a golpes quentes de beijos e abraços.

Descansam ali, amantes dos vagos tempos de outrora

Na lápide desbotada, o resumo de quem foram:

Ninguém, senão poetas!

 

Viveram na brevidade do eterno por alguns minutos

O que não basta para saciar o desejo de possuir a infinitude

Do abraço do outro. Não basta!

 

Velas. Flores. Crucifixos. Sepulturas.

Que os mortos perdoem os invasores,

Pois os vivos, certamente, não perdoarão.

Pater noster, qui es in caelis: Sanctificétur nomen tuum.

 

SILVA, Marcello. 2017

Foto: Marcello Silva.