O SORRISO DE ÍRIS (Leonardo Silva)

 

Abateu-se Morfeu,o sonhador
Pelos teus encantos juvenis
Acordou-te do sublime topor
E dos medos infantis

Já em alegórico sorriso
Vejo brilhar a virgem realeza
Da vossa boca,de tamanha realeza
As curvas de um paraíso

Menina,sorria,mesmo na dor
Pois os grandes se inspirarão
Enfrentaram até mesmo a Legião
Para receber de ti,teu feminino amor

Estendo a mão à ti
Vem,ilumina-me,sou teu
Arranca-me dos braços de Asmodeu
E leva-me contigo
Sem jamais cair.

DEIXE SEU COMENTÁRIO